Blog BIO ACS é vida.

GRUPO A CATEGORIA EM 1º LUGAR

Companheiros Participe do nosso Blog e Sejam Bem Vindos !

DEIXE SUA MENSAGEM

BIO ACS NÃO FAZ PARTE DE CHAPA ALGUMA PARA ELEIÇÃO DO SINDACS-PE.

BIO ACS NÃO FAZ PARTE DE CHAPA ALGUMA PARA ELEIÇÃO DO SINDACS-PE.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Agentes de saúde visitam as casas para orientar os moradores sobre o mosquito que transmite leishmaniose.

Já foram confirmados 122 casos em cães e 9 em pessoas no DF neste ano.

Agentes de saúde visitam as casas para orientar os moradores



A Secretaria de Saúde do Distrito Federal está intensificando o trabalho de combate ao mosquito que transmite a leishmaniose na região do Fercal, Lago Norte, Varjão e Asa Norte. Esses são os locais onde a secretaria identificou aumento dos focos da doença.

A leishmaniose pode passar para o homem por picadas do mosquito contaminado com sangue de um cachorro doente e levar a pessoa à morte se ela não receber o tratamento adequado.

A secretaria já registrou dois casos de leishmaniose na Fercal. Uma menina de 2 anos ficou internada durante 15 dias depois de apresentar os sintomas da doença.
De janeiro até o dia 8 deste mês, já foram confirmados

122 casos em cães e
9 em pessoas em todo o DF.

Na Fercal, os agentes de saúde ambiental visitam as casas onde fazem a dedetização e também colhem sangue dos cachorros que transmitem a doença para o homem. Eles também ensinam aos moradores a instalar armadilhas para capturar os mosquitos.

Para prevenir a doença é preciso controlar a proliferação do mosquito-palha, espécie transmissora da leishmaniose, que se desenvolve em restos de alimentos e plantas além de fezes dos animais. O mosquito prefere os locais escuros e úmidos.
  Do G1 DF, com informações do DFTV .



FONTE: gazetaweb.com

Um comentário:

Eliseu Lima acs * BLOG DO ACS ELISEU disse...

OLÁ BIO, QUASE NÃO PASSO AQUI AMIGO MAIS HOJE PASSEI PARA DESEJÁ QUE SUA LUTA SEJA TÃO GRANDE COMO TEM QUE SER!
BOA SORTE COLEGA EM TUDO QUE TEM BUSCADO FAZER.