Blog BIO ACS é vida.

GRUPO A CATEGORIA EM 1º LUGAR

Companheiros Participe do nosso Blog e Sejam Bem Vindos !

ACESSOS ONLINE

VISITAS ONLINE

Total de Acessos em Nosso Blog BIO ACS é Vida.

COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO

ASSOCIAÇÃO


PISO

PISO
REAJUSTE JÁ

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

SINDICATO ASSEGURA EMPREGOS DE AGENTES DE SAÚDE.


FOTO: DIVULGAÇÃO.

Inacreditável. Essa talvez seja a melhor palavra para descrever o que quase ocorreu no município de Felipe Guerra-RN, no último dia 30 de janeiro. Os agentes de endemias desta cidade procuraram o Sindsaúde/RN Regional de Mossoró para denunciar que seus empregos estavam sendo ameaçados pela Secretaria Municipal de Saúde. Segundo os trabalhadores, a secretária havia dito que trocaria todos os agentes de endemias por pessoas que tinham trabalhado na campanha do prefeito eleito, Haroldo Ferreira (PSD).

Diante de tamanho ato de ilegalidade, já que a Lei 11.350 afirma que o acesso ao cargo de agente de endemias se dá através de concurso ou seleção pública, o Sindsaúde de Mossoró foi até Felipe Guerra tirar a limpo essa história e a defender os empregos dos atuais agentes. Em reunião com a direção do sindicato, a secretária de saúde voltou a afirmar que sua intenção era sim substituir todos os agentes de endemias por pessoas que haviam trabalhado na campanha do prefeito Haroldo Ferreira. Ou seja, iria usar a máquina pública para beneficiar apadrinhados políticos.

Entretanto, a denúncia feita pelos agentes ao sindicato pesou na decisão final da Prefeitura, fazendo a Secretaria voltar atrás. Não vai mais trocar os trabalhadores por apadrinhados políticos porque sabe da vigilância do Sindsaúde de Mossoró, que está amparado na lei que defende o serviço público. O sindicato, inclusive, argumentou que a Prefeitura não pode demitir nenhum agente, a não ser que seja feito um concurso público para o quadro.

De todo modo, fica o alerta. Esta nova gestão de Felipe Guerra pode tentar outras manobras para prejudicar os trabalhadores. Mas a categoria e o Sindsaúde estão de olho.
 
 
 
FONTE: SINDSAÚDE MOSSORÓ.

Nenhum comentário: