Blog BIO ACS é vida.

GRUPO A CATEGORIA EM 1º LUGAR

Companheiros Participe do nosso Blog e Sejam Bem Vindos !

ACESSOS ONLINE

Total de Acessos em Nosso Blog BIO ACS é Vida.

COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO

NINGUÉM É TÃO FORTE !

NINGUÉM É TÃO FORTE !
NINGUÉM É TÃO FORTE ! COMO TODOS JUNTOS !!!

ASSOCIAÇÃO


quarta-feira, 5 de março de 2014

AGENTES DE SAÚDE PODEM TRABALHAR 6 HORAS DIÁRIA.



O prefeito de Americana-SP, Diego De Nadai, anunciou no Centro de Cultura e Lazer, a redução de carga horária para os agentes de controle de vetores, agente de promoção em saúde, agentes de saúde, agentes de saúde comunitário e visitador sanitário. O Projeto de Lei será enviado para a aprovação dos vereadores.

Com a medida, 131 servidores passarão a ter a carga horária de 6 horas diárias ante as 8 horas trabalhadas. Trata-se da alteração das disposições  da Lei nº 5.120 de dezembro de 2010.  A nova jornada de trabalho passa a vigorar a partir de 1º de maio. A princípio, não será necessário contratar mais profissionais e não haverá prejuízo nos salários e nem nos serviços prestados por esses agentes à população.
 
Diego anunciou também que a redução da jornada de trabalho vai abranger outras categorias como, por exemplo, a de enfermagem. O anúncio está previsto para 12 de março. “Cabe à Administração tentar fazer tudo o que pudermos para melhorar a qualidade do trabalho dos servidores municipais. Depois da greve dos servidores, aprendi muito com as dificuldades e entendi que o diálogo com o trabalhador é essencial. Procurei ouvir os servidores para poder planejar os benefícios”, falou. Para ele, sem trabalhadores motivados, não há qualidade nos serviços. “Faz parte dos nossos trabalhos estudar a redução da carga horária de vários servidores. O anúncio de hoje é um grande avanço. É possível reduzir jornada, melhorar a qualidade de trabalho e, ao mesmo tempo, não reduzir a produtividade”.
 
Para a adoção da redução da jornada, o prefeito levou em consideração o fato de que esses trabalhadores atuam expostos a chuva, vento, frio e sol. O objetivo é oferecer melhores condições de saúde e mais dignidade a esses servidores públicos.
 
“Nossa equipe não esquece o servidor público. Junto ao Sindicato, viu a necessidade de cada servidor e abriu um canal de diálogo e está colocando em prática a redução da jornada. Precisamos de servidores motivados e que trabalhem com qualidade para atender bem a população. Esse projeto de lei é a demonstração do trabalho em rede e a maior beneficiada será a população de Americana que terá total atenção das nossas equipes”, mencionou o secretário de Saúde, Fabrizio Bordon.
 
Davi Ramos, secretário de Habitação e articulador junto ao Sindicato, falou sobre a responsabilidade de dialogar com Sindicato sobre a redução de carga horária. “A luta do movimento sindical tem olhar não só para a questão econômica, mas ao direito ao lazer. Temos a obrigação de batalhar por aqueles que atuam num serviço público com mais dedicação levando qualidade de vida para a população. O trabalho é muito penoso, pois eles atuam nas ruas sob sol e chuva”. Ele acrescentou que a assinatura do projeto de lei reforça que essa Administração pratica a jornada reduzida. “Os servidores públicos são o cartão de visitas da qualidade de vida que tem a população da nossa cidade”, mencionou.
 
Talitha De Nadai, secretária de Ação Social, que também auxiliou nos trabalhos para a realização do projeto de lei, comentou que o anúncio é um esforço do trabalho e cuidado com as famílias desses servidores. “Sabemos do empenho de cada um com o ofício e com a família. É uma conquista merecida e estamos fazendo o que é justo. Muitos servidores ainda serão contemplados”, frisou.
 
O presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Americana (SSPMA), Antonio Adilson Bassan Forti, disse, no anúncio, que há tempos esse benefício está tentando ser alcançado. “Esses profissionais atuam sob sol e chuva com dedicação e competência e a Administração pública em conjunto com o Sindicado conseguiu a redução da jornada”, comentou. Toninho agradeceu ao prefeito Diego De Nadai e mencionou o fato dele ter tido a sensibilidade de colocar Davi Ramos, secretário de Habitação, para discutir o assunto. “Ele sabe da problemática que nossos servidores enfrentam. A Talitha também é uma pessoa engajada e apoiou os agentes para conseguir o feito”, acrescentou.


 
Fonte: U de I/AM.

3 comentários:

รнαмdяσ รнαмz disse...

A verdade é que nenhum ACS faz 8 horas de visitas, onde eu moro o povo costuma acordar a partir das 9, e também no horário do almoço é meio complicado de visitar.

thiaguinho sem comparações disse...

AGORA BIO TEMOS QUE LUTAR PELO O CARGO DE PLANO DE CARREIRA DOS ACS!TEM MUITOS ACS FORMADO EM BACHAREL ENFERMAGEM E CONTINUA COMO ACS, SOU ACS DESDE O ANO DE 2001, E SOU FORMADA EM BACHAREL ENFERMAGEM,PÓS GRADUADA EM SAÚDE PUBLICA!!!!PARABÉNS PELO BLOG!! POIS É ATRÁVES DELE QUE NOS MANTEM INFORMADOS.ABRAÇO!!!!!!!!!!!

Kroszeley Roa disse...

Aqui em Campo Grande MS, já estamos fazendo as 6 horas diárias, a administração ganhou com isso, pois diminuiu os atestados médicos, as lesões nos agentes, as metas foram conquistadas, os moradores que antes eram difíceis de ser encontrados devidos os trabalhos, foram visitados. Enfim houve ganhos de ambos os lados.