Blog BIO ACS é vida.

GRUPO A CATEGORIA EM 1º LUGAR

Companheiros Participe do nosso Blog e Sejam Bem Vindos !

ACESSOS ONLINE

VISITAS ONLINE

Total de Acessos em Nosso Blog BIO ACS é Vida.

COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO

PISO

PISO
REAJUSTE JÁ

ASSOCIAÇÃO


quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

PREFEITO REPASSA INCENTIVO ADICIONAL (14º SALÁRIO) DOS AGENTES DE SAÚDE E AINDA CRIA PROJETO DE LEI PARA ENVIAR CÂMARA DE VEREADORES PARA GARANTIR O REPASSE TODOS OS ANOS AOS PROFISSIONAIS.


O Prefeito Licélio Guimarães autorizou o repasse do incentivo adicional extra aos Agentes Comunitário de Saúde do Município. Conhecido como 14º salário, o incentivo faz parte de um conjunto de ações voltado para a valorização dos servidores do município.

O crédito foi liberado neste mês de Janeiro e já se encontra disponível na conta das 17 ACS’s (Agentes Comunitárias de Saúde) do município de Itajá-RN. 

O Prefeito Licélio Guimarães do Município de Itaja´-RN, ainda garantiu a criação do Projeto de Lei para ser encaminhado para câmara municipal de vereadores, como garantia de estabilidade do repasse anualmente.

De acordo com a Portaria 1.599 de 09 de julho de 2011, os Agentes Comunitários de Saúde de todo o Brasil tem direito de receber uma vez por ano o Incentivo Adicional aos Agentes, parcela que ficou conhecida como o 14º salário. 

A Secretária de Saúde Geórgia Carina considera importante valorizar o trabalho dos ACS ‘s, já que a categoria contribui incansavelmente para que o setor de Saúde em Itajá seja de melhor qualidade.

Segundo o Prefeito Licélio, o pagamento do incentivo/14° salário, reforça o compromisso e o respeito que a administração tem com os profissionais da saúde. “Poucas são as prefeituras que tomaram esta iniciativa no Estado, de pagar um salário extra aos agentes comunitários de saúde. Isso é uma forma de reconhecer a importância de seu trabalho no município, complementou o prefeito.

Fonte: Blog Focoelho.com.br

Um comentário:

CANINDE QUIRINO ASSU disse...

companheiro nao foi de graça que o prefeito, pagou se nao fosse a atuação do sindas rn, nada disso teria acontecido