Blog BIO ACS é vida.

GRUPO A CATEGORIA EM 1º LUGAR

Companheiros Participe do nosso Blog e Sejam Bem Vindos !

ACESSOS ONLINE

VISITAS ONLINE

Total de Acessos em Nosso Blog BIO ACS é Vida.

COMUNICAÇÃO

COMUNICAÇÃO

ASSOCIAÇÃO


PISO

PISO
REAJUSTE JÁ

domingo, 23 de julho de 2017

CONACS FAZ CONVOCAÇÃO GERAL EM PROL DO REAJUSTE DO PISO SALARIAL NACIONAL DA CATEGORIA


CONVOCAÇÃO GERAL DOS ACS E ACE 04/17
A CONACS – Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate as Endemias, por intermédio de sua Diretora Presidente no uso de suas prerrogativas estatutárias, e em conformidade com as deliberações estatutárias da Entidade, vem por meio deste CONVOCAR todos os ACS e ACE do Brasil, bem como, as entidades sindicais associadas, Federações e diretores da CONACS, para participarem da Mobilização Nacional da categoria em prol da aprovação do relatório final da PEC 22/11, na Comissão Especial ( REAJUSTE DO PISO SALARIAL NACIONAL) atividades no Congresso Nacional e na Esplanada dos Ministérios.


Às atividades de mobilizações se realizarão nos dias 15, 16 e 17/08, nos Anexo II e IV, da Câmara de Deputados Federais, Brasília – DF, a partir das 9: 00 h do dia 15/08/17.

A CONACS informa que, não se responsabilizará por despesas de hospedagem, alimentação ou locomoção de qualquer dos participantes. E solicita que todos que possuírem camisetas com identificação de seus Estados, Municípios, sindicatos ou da própria CONACS, se apresentem vestidos das mesmas.
A presença e participação de todos os convocados será fundamental para a conquista dos nossos objetivos.
Sem mais para o momento e certa de contar com a presença e participação de todos, envio votos de amizade e apreço, e nos colocamos a disposição para maiores informações pelo email: conacs2011@hotmail.com

Maracanaú 14 de Julho de 2017.

A União faz a força!

Ilda Angélica dos Santos Correia
Presidente da CONACS

Baixe aqui a convocatória

segunda-feira, 17 de julho de 2017

AGENTES DE SAÚDE SÃO RECEBIDOS POR GOVERNADOR

FOTO DIVULGAÇÃO


O governador Pedro Taques recebeu um grupo de agentes comunitários de saúde de Cuiabá e Várzea Grande, em almoço no Palácio Paiaguás, com a presença do secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social, Max Russi, e do deputado estadual Dr. Leonardo.
A reunião, mediada pela presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Estado, Dinorá Magalhães Arcanjo de Castro, teve como pauta melhores condições de trabalho para a categoria.
Apesar de o setor ser de responsabilidade dos munícipios, já que o Estado já realiza repasses para a atenção básica – o que contempla os agentes comunitários – Pedro Taques demonstrou sensibilidade com as demandas requeridas.
“Discutimos bastante sobre o Pró-família e o empoderamento do agente de saúde, a importância de trabalhar a política social com as políticas de saúde junto, identificando as famílias mais vulneráveis, que é papel do agente”, disse o secretário Max Russi.
De acordo com o secretário, os agentes deverão ser bonificados, por meio do Pró-família, com R$ 100 para fazer monitoramento dessas famílias vulneráveis, como forma de incentivo ao trabalho.
Ele afirmou que a Setas está realizando uma licitação para entrega de Equipamento de Proteção Individual (EPI), uma das demandas antigas do setor. De acordo com Russi, nos próximos 60 dias, esses equipamentos deverão ser disponibilizados aos agentes.
Além disso, os agentes pediram uma contrapartida do Estado para a aquisição de motocicletas, para facilitar e otimizar o trabalho realizado, especialmente pelos agentes que atuam na zona rural. Eles também deverão receber tablets, para melhorar o sistema de armazenamento e repasse das informações sobre as famílias visitadas.
Max Russi explica que o Governo do Estado deverá realizar parcerias para conseguir os equipamentos e EPIs, atendendo assim as demandas dos agentes.
“Nós entendemos que trabalhando junto com os agentes de saúde, podemos ter melhora na saúde lá na ponta”, denotou o secretário.
A presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Estado, Dinorá Magalhães Arcanjo de Castro, é funcionária do município há 22 anos e está à frente do Sindicato há 4 anos. Ela explica que o setor vive muitas dificuldades e que, pela primeira vez, a categoria foi recebida e ouvida por um gestor estadual.
“Estamos saindo daqui muito satisfeitos com esse olhar de carinho e entendimento da parte do governo, de que esses profissionais são importantes para a população e precisam de atenção, como o Taques está fazendo, de forma inédita”, disse Dinorá.
O deputado estadual Dr. Leonardo agradeceu ao governo do Estado por receber os representantes da categoria. “Nós temos muita luta nacional, mas no estado de Mato Grosso nós vemos a valorização real agentes, então eu quero parabenizar o governador, mais uma vez, pois ela sabe da importância desses profissionais para fazermos saúde pública de qualidade no nosso estado”, pontuou o parlamentar.

FONTE: CENÁRIO MT

sábado, 15 de julho de 2017

AGENTES DE SAÚDE TEM PALESTRA SOBRE FITOTERÁPICO EM PAULISTA-PE.



Agentes de Saúde de algumas Unidades de Saúde do município do Paulista, Tiveram na tarde da quinta feira 13/07, Uma palestra sobre FITOTERÁPICO - Produtos e fármacos obtidos das plantas para fins terapêuticos, Baseada na presença de princípios ativos de origem vegetal, ou seja, ela é um tratamento e serve como forma de prevenção de doenças utilizando plantas, partes de plantas e algumas preparações feitas com plantas.


Esta palestra traz várias informações para os profissionais, Desde como conhecer melhor plantas, Raízes, Frutas, Verduras e como manipularas e aprender algumas receitas naturais, Evitando assim o uso exagerado de medicamentos psicotrópicos.


Entre as palestrantes estavam as ACS  Célia e ACS Bianca, Que tem a formação em educação popular em saúde. Além das demostrações e informações foi distribuído folhetos com várias receitas de calmantes naturais para a saúde mental. 


quarta-feira, 12 de julho de 2017

REAJUSTE DO PISO NACIONAL DOS ACE E ACS PARA R$ 1.600,00 - O SINDAS/RN ESTÁ NA LUTA JUNTO COM A CONACS.


Graças ao trabalho árduo e a presença constante da Confederação Nacional dos Agentes de Saúde – CONACS em Brasília, os agentes de saúde de todo País PODERÃO ter assegurado ainda esse ano, um reajuste salarial de 57,8%. O piso PODERÁ passar dos atuais R$ 1.014,00 para R$ 1.600,00 e contemplará os ACE e ACS de todos os municípios brasileiros.

Esse percentual de reajuste foi proposto pelo relator da Proposta de Emenda a Constituição de nº 22/2011 (PEC 22/2011), Deputado Raimundo Gomes de Matos, no substitutivo, lido hoje na Comissão Especial destinada a discutir a PEC 22. Esse valor só foi proposto pelo relator, após várias reuniões com Governo Federal, que sinalizou ser favorável a proposta de reajuste nesses moldes.

O percentual de reajuste apresentado garantirá a recuperação do poder de compra, desde a edição da Lei Federal 12.994/2014, além de assegurar aos agentes de saúde o mínimo de dignidade.

Em nossa opinião, considerando a importância do trabalho dos ACE e ACS e considerando a economicidade de recursos com saúde curativa (graças ao trabalho de prevenção desenvolvido pelos agentes), a aprovação da PEC 22 e pagamento do novo piso, é o mínimo que o Congresso e Governo Federal devem fazer.

Além do reajuste para R$ 1.600,00, o substitutivo prevê que uma lei será editada posteriormente, estabelecendo um piso não inferior a R$ 1.600,00 e com critérios de reajuste. Mas para proteger a categoria dos novos congelamentos salariais, o relator prevê que até a edição dessa lei federal, o piso será reajustado todos os anos no mês de janeiro.

A base de cálculo para o reajuste considerará a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor-INPC do ano anterior à data base e a Variação do Produto Interno Bruto do ano anterior à data-base  acrescido de 20% (vinte por cento) ao ano.

A proposta além de contemplar os agentes, também contempla os municípios brasileiros, porque assegura que o piso pago aos agentes de saúde não entrará no limite de gastos com pessoal na folha das prefeituras. Significa dizer, que se a folha de pagamento dos agentes custar 100 mil reais em determinada prefeitura, ela terá esse valor liberado no limite prudencial, para pagar a outras pessoas, em consonância, portanto, com o que dispõe a Lei de Responsabilidade Fiscal - LRF.

“ATENÇÃO AGENTES DE SAÚDE”

Apesar de termos dado um passo importantíssimo e existir boas expectativas para aprovação dessa PEC, ainda não é hora de comemorar, pois temos um longo caminho a percorrer e muito trabalho pela frente. Tão logo os trabalhos da Câmara Federal e do Senado sejam retomados precisaremos mobilizar o País, para assegurar a provação da PEC ainda esse ano. Veja o porquê não será nada fácil:

TRAMITE NA CÂMARA: A PEC 22 será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) quanto à sua admissibilidade. Esse exame leva em conta a constitucionalidade, a legalidade e a técnica legislativa da proposta. Se for aprovada, a Câmara criará uma comissão especial especificamente para analisar seu conteúdo.
A comissão especial terá o prazo de 40 sessões do Plenário para proferir parecer. Depois, a PEC deverá ser votada pelo Plenário em dois turnos, com intervalo de cinco sessões entre uma e outra votação. Para ser aprovada, precisa de pelo menos 308 votos (3/5 dos deputados) em cada uma das votações.

TRAMITE SENADO: Depois de aprovada na Câmara, a PEC segue para o Senado, onde é analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e depois pelo Plenário, onde precisa ser votada novamente em dois turnos. 

Se o Senado aprovar o texto como o recebeu da Câmara, a emenda é promulgada pelas Mesas da Câmara e do Senado. Se o texto for alterado, volta para a Câmara, para ser votado novamente. A proposta vai de uma Casa para outra (o chamado pingue-pongue) até que o mesmo texto seja aprovado pelas duas Casas. 

VÍDEOS QUE RESUME OS MELHORES MOMENTOS DE HOJE 12-07-2017
CONHEÇA ABAIXO A REDAÇÃO DA PEC DO REAJUSTE DO PISO 

quarta-feira, 5 de julho de 2017

PREFEITURA PROPÔS A OS AGENTES DE SAÚDE , ABRISSEM MÃO DE RECEBER O INCENTIVO ADICIONAL(14º SALÁRIO) QUE É LEI NO MUNICÍPIO PARA RECEBEREM INSALUBRIDADE.



É verdade companheiros e companheiras de todo Brasil, Prefeitura de Varginha-MG, propôs a os Agentes Comunitários de Saúde, Que abrissem mão de uma lei que existe no município que pagar o Incentivo Adicional(14º Salário), Para que eles pudessem receber insalubridade.

A gente as vezes parecer que ver coisas de outro mundo ou que só acontecem em novela, Realmente as vezes fica difícil de entender se a gestão é idiota ou querem fazer os profissionais, Fazendo uma proposta nojenta desta !!!

O que a gente ver no caso deste é que a gestão não usa dever que cumprir as leis e querem usar do poder fazendo o que querem e descumprindo leis ! 
Pois quando digo descumprindo leis, Pois o Incentivo Adicional lá é lei 5.535/2012 e a Insalubridade também é lei e Federal 13.342/2016.

Companheiros e companheiras acredito que vai se passar gerações e gerações, vou morrer e não vou conseguir ver todos os absurdos que acontecer com nossa categoria, Fico indignado com um caso deste, Mas graças a Deus que lá os profissionais  não aceitaram um absurdo deste.